“Eu me drogava, bebia e não gostava de crente. ” Arildo | 107,5 FM Simplesmente Diferente

Testemunhos

“Eu me drogava, bebia e não gostava de crente. ” Arildo

Publicado: setembro, 2017

“Eu me drogava, bebia e não gostava de crente. ” Arildo

Arildo é ouvinte da Rádio 107,5 FM e sentiu no coração de contar seu testemunho para edificar outras pessoas que estão hoje vivendo a vida que ele vivia antes de conhecer a Cristo.

Arildo conta que, não gostava de crentes. Sua vida era para beber, se drogar e nada mais, nesta época ele tinha 17 anos de idade.

Numa das vezes em que estava me drogando, sentado no meio fio de uma calçada, observei que, do outro lado da rua, estava um homem que eu não conhecia, quando ele me viu, disse:

“ Jesus tem plano para sua vida. ”  Depois me entregou um folheto evangelístico e me convidou para um culto de jovens. Isso aconteceu em 1999. Naquele mesmo dia, me preparei para ir ao culto que fui convidado e chegando lá Deus tocou o meu coração através da sua palavra, ao final do culto, aceitei a Jesus como o meu Senhor e Salvador.

Arildo conta que, quando chegou em casa, falou para a família que havia ido à igreja e aceitado a Jesus. A sua família ficou surpresa, seus amigos também não acreditavam, porque todos não acreditavam que ele iria sobreviver, que não tinha mais jeito.

“Quando começaram a ver o Arildo ser liberto de todos os vícios (drogas e bebidas), acendeu uma esperança. Tanto é que, muitos dos seus amigos também foram para a igreja e aceitaram a Jesus e a família que estava longe do Senhor, voltou para Cristo e hoje todos servem a Deus. ”

Logo depois em seis meses, Arildo foi batizado com Espírito Santo num ponto de ônibus quando alguém que estava ali aguardando o ônibus passou mal e ele e outros crentes começaram a orar por aquela pessoa. Arildo conta que a glória de Deus foi tanta que, o Espirito Santo desceu ali e ele recebeu o batismo do Espirito Santo.

Deus mudou completamente sua história e hoje tem a sua própria família, esposa e filho e juntos servem a Deus.

 

Comentários no Facebook